TPL_GK_LANG_MOBILE_MENU

Médio vale

Alto vale

Em destaque

Esportes

Entretenimento

A+ A A-

Agência de Inteligência de Rio do Sul prende dois homens e apreende uma adolescente envolvidos com o tráfico em Ituporanga

Após monitorar por 16 dias as ações do grupo, a agência de inteligência identificou três pessoas envolvidas com tráfico

Os policiais descobriram que algumas pessoas compravam a substância entorpecente diretamente na casa dos traficantes em Ituporanga, porém em outros casos os traficantes entregavam a droga diretamente na casa dos compradores.

Na noite de ontem (7), um dos traficantes deslocou-se de Ituporanga para fazer uma entrega de drogas em Rio do Sul, ele foi monitorado pela Agência de Inteligência e quando chegou no município de Aurora, o traficante foi abordado pela Policia Militar próximo ao posto da Policia Rodoviária Estadual com a motocicleta Honda CG-150 de cor prata de placas MDS-7465 de Florianópolis, o condutor foi identificado pelo nome de Adriano Ronaldo Felix Marinho, 25 anos, com ele foi encontrado um pedaço de maconha com 0,493 (quatrocentos e noventa e três) gramas e outro pedaço com 0,24 (vinte e quatro) gramas de maconha e quatro buchas de cocaína pesando 02 (duas) gramas.

Em seguida os policiais se deslocaram até a casa de Adriano em Ituporanga no bairro Cerro Negro. Na casa foram abordados um rapaz de nome Rodrivan Félix Marinho, 23 anos, e sua esposa uma menor S.M do R, de 17 anos de idade sendo encontrados na casa 0,486 (quatrocentos e oitenta e seis) gramas de maconha, 0,20 (vinte) gramas de cocaína, uma balança de precisão e vários aparelhos celulares. No total foram aprendidos 01 kilo de maconha e 0,22 gramas de cocaína.

Os dois homens foram encaminhados para a delegacia onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante e conduzidos ao Presídio Regional de Rio do Sul e a feminina menor de idade foi apreendida.

 

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

 

Jovem de 19 anos é preso por arrombamento seguido de furto em Rio do Sul

Um rapaz de 19 anos foi preso por furto em Rio do Sul. Evandro Granemann foi detido após arrombar e furtar uma residência no Bairro Fundo Canoas. Ele arrombou a porta dos fundos e furtou uma TV 42 polegadas, uma maleta com ferramentas; um Politrix e uma Máquina fotográfica da marca Pentax.

Evandro havia escondido os objetos em um riacho que fica nas proximidades do local do crime. Diante dos fatos a Polícia Militar lavrou o Boletim de Ocorrência de furto consumado e conduziu o rapaz, juntamente com objetos furtados, à delegacia para que as providências cabíveis fossem tomadas.

Ônibus é incendiado em Rio do Sul e onda de atentados chega ao Alto Vale

Confirmado o que a população do Alto Vale mais temia. A onde de atentados chegou à nossa região. No início da tarde dessa sexta-feira, um ônibus escolar foi incendiado em Rio do Sul.
 
Segundo informações oficiais, o incêndio foi no Bairro Progresso e dois suspeitos já foram detidos pela polícia. O motorista e o cobrador estavam descansando no ônibus na hora do atentado.
 
Entenda o caso
A segunda onda de atentados em Santa Catarina começou na noite de quarta-feira (30), no Vale do Itajaí. Até as 12h desta sexta-feira (8), a Polícia Militar havia confirmado 82 ataques. Veículos foram incendiados e foram disparados tiros e jogados coquetéis molotov contra prédios públicos. As ocorrências foram registradas em 25 municípios: Navegantes, São José, Florianópolis, Criciúma, Itajaí, Palhoça, Camboriú, São Francisco do Sul, Laguna, Araquari, Gaspar, Joinville, Balneário Camboriú, Jaraguá do Sul, Maracajá, Ilhota, Tubarão, Chapecó, Indaial, Brusque, Blumenau, Garuva, Bom Retiro, São Bento do Sul e São João Batista e Rio do Sul.
 
O policiamento foi reforçado em todas as regiões. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, a suspeita é que as ordens sejam comandadas por uma facção criminosa e partam de dentro dos presídios. As autoridades investigam a relação dos ataques com denúncias de maus-tratos no Presídio de Joinville e com transferências de detentos no sistema prisional do estado. Em Joinville e Florianópolis, são feitas escalas especiais de escolta para os ônibus do transporte coletivo. A Polícia Militar disponibilizou um disque denúncia para qualquer informação relacionada aos atentados, que podem ser feitas de forma anônima. O número é 181.
 
Em novembro de 2012, quando aconteceu a primeira onda de atentados, durante sete dias foram confirmados 58 atentados em 16 municípios catarinenses. Os ataques cessaram depois do anúncio da saída do diretor da Penitenciária de São Pedro de Alcântara.
 
Foto: Paulo Roberto Schioenardie
 
 
FOTO: Bruno Miranda


Foto da capa da matéria: Andyara Cristina

Polícias Civil e Militar prendem suspeitos de atear fogo em um ônibus em Rio do Sul

Na tarde desta sexta-feira (8), ações da Polícia Civil, em conjunto com a Polícia Militar, resultaram na apreensão de três adolescentes (17, 16 e 14 anos) e na prisão de Jeferson Alves de Abreu, 24 anos, envolvidos com um incêndio a um ônibus circular da Empresa Taioense, no Loteamento Miranda do bairro Progresso, em Rio do Sul.

O atentado, segundo as investigações, foi premeditado. Os suspeitos sabiam que o ônibus parava no ponto final, no Loteamento Miranda, onde o cobrador e o motorista aguardavam cerca de 30min para retornarem ao centro. Foi neste momento que dois adolescentes, armados, entraram no ônibus, roubaram o celular do cobrador e jogaram um recipiente de plástico com gasolina, ateando fogo no veículo, ainda com os funcionários dentro. Abreu e o outro adolescente ficaram fora do ônibus dando cobertura para a ação criminosa.

Logo após os adolescentes colocarem fogo, todos os suspeitos fugiram. O cobrador e o motorista conseguiram fugir sem serem feridos.

A Polícia Civil, ao receber a informação, pouco tempo depois do crime já estava no local fazendo diligências. A Polícia Militar também foi acionada.

 

As investigações    

A Polícia Civil, sabendo que na localidade havia um adolescente que residia próximo ao local do incêndio, que possuía várias passagens policiais começou a suspeitar da participação do menor, de 17 anos. Lá, com auxílio de testemunha, foi confirmada a participação dele no crime.

 Segundo informações levantadas, outros dois adolescentes teriam ido à casa dele, ele teria recebido um telefonema, supostamente de Abreu, que teria mandado realizar o atentado. Minutos depois deles saírem da casa, ocorreu o incêndio.

A Polícia Civil, após diligências conseguiu localizar e apreender os dois adolescentes de 14 e 16 anos, que moravam e voltaram para casa, no próprio bairro Progresso. Abreu, que também foi reconhecido pelo motorista, foi preso pela Polícia Civil no local de trabalho, em uma obra próxima ao local do delito. Ele teria praticado o crime e voltado ao local de trabalho como se não tivesse ocorrido nada.

Após localização do adolescente de 17 anos, os Policias Militares apreenderam-no no bairro Santa Rita e o encaminharam para a Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI) de Rio do Sul. Segundo a Delegada da DPCAMI, Karla Miguel, o adolescente de 17 anos confessou e afirmou que só ele foi o responsável pelo incêndio ao ônibus. Os outros dois adolescentes negaram a participação no crime. Entretanto, os indícios confirmam a participação dos três (foram reconhecidos por testemunhas). Eles foram apresentados ao Ministério Público e, posteriormente, deverão ser conduzidos ao CASEP, onde ficarão internados.

O flagrante de Abreu foi conduzido pela Delegada Elisabete da Cruz Figueiredo, da Delegacia da Comarca de Rio do Sul. Abreu deu a ordem da queima do ônibus e estava no local com os adolescentes no momento do crime. Ele responderá pelos crimes de incêndio qualificado, formação de quadrilha, dano qualificado e roubo qualificado (pois o celular do cobrador foi subtraído). Depois de terminado os procedimentos, Abreu será encaminhado ao Presídio Regional de Rio do Sul.

 

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.